Se você deseja relaxar em um cruzeiro de férias, certamente espera que os níveis de ruído ambiente – incluindo o som dos passos dos demais turistas – causem o menor incômodo possível. Para isso, é preciso buscar o sistema de pavimentação adequado para lidar com cada tipo de ruído. E nem é preciso dizer que os conveses devem ser sempre seguros e antiderrapantes.

São necessários pisos flutuantes e viscoelásticos na estrutura do casco, para amortecer vibrações, reduzir a propagação do barulho dos motores e absorver sons causados por impactos, como portas batendo. Toda embarcação requer boas soluções para enfrentar mares bravios.

Basta adicionar água - produtos são todos um componente

O novo pacote da Sika Náutica leva a linha Sikafloor® a um novo patamar, trazendo seis produtos fáceis de usar e com ainda mais recursos ambientalmente amigáveis. Para tanto, foram dois intensos anos de pesquisas, verificações independentes por terceiros e muitos testes de campo. “Podemos dizer com orgulho que esses seis produtos são monocomponentes – basta acrescentar água”, explicou Christian Riis, gerente de contas-chave da Sika Náutica. “E como são livres de isocianato, não têm nada a declarar na ‘alfândega da ecologia’”, complementa.

Esta membrana de argamassa não vai rachar

O Sikafloor® Marine Elastic é uma membrana de argamassa à prova d’água para vedar áreas úmidas. Pede uma camada bastante fina (de até 2 mm) e é capaz de tapar rachaduras. Segundo Riis, “por sua elasticidade, uma camada com menos de 3 mm definitivamente não sofrerá rachaduras. Pode ser aplicado com rolo, pincel ou espátula, dependendo da quantidade de água adicionada. Pode também ser usado em substratos úmidos sem que seja preciso esperar dias até que a umidade caia a níveis aceitáveis – uma noite já basta”.

O segundo produto é o Sikafloor® Marine-107, um revestimento superleve e autonivelante para conveses. Em comparação com soluções anteriores, ele exige 200 g/m2 a menos para cada milímetro de espessura aplicado. “É ideal para navios de passageiros, nos quais evitar excesso de peso e economizar nas áreas de tráfego leve, como as cabines, é fundamental. Sua excelente capacidade autonivelante faz com que ele se espalhe quase por si mesmo depois de poucos ajustes”, afirma Riis.

Pisos flutuantes são construídas sobre lã de rocha

A equipe da Sika trouxe inovações também para os pisos flutuantes. OSikafloor® Marine Litosilo FC, além de possuir todos os atributos já descritos, é livre de cloreto de magnésio. “É um produto não combustível (categoria SOLAS A-60) e muito flexível, cujas camadas podem ter qualquer altura. Para maior resistência, uma malha de arame de aço pode ser adicionada. Para pisos flutuantes, acrescenta-se uma camada de lã de rocha. Como componente de nivelamento, pode ser aplicado diretamente sobre o aço”, explica Riis. “Em sistemas baseados em cloreto de magnésio, caso a água penetre até o aço do convés, a corrosão pode avançar a uma taxa de 0,5 mm por ano. Em conveses com 5 mm ou 6 mm de espessura, isso pode levar rapidamente a danos sérios e dispendiosos. Com o Sikafloor® Marine Litosilo FC, não há esse risco.”

Viscoelástico sem perder nenhum amortecimento

Os dois últimos produtos do pacote são viscoelásticos, como indicam seus códigos de identificação. O Sikafloor® Marine VES-515 é um sistema viscoelástico de amortecimento cuja adesividade o torna ideal para o uso com azulejos de aço. “Com esse sistema, peças com até 3 mm de espessura aplicadas em superfícies verticais não deslizam mesmo se o revestimento tiver apenas 1 mm ou 2 mm de espessura”, afirma Riis. “Além disso, é livre de silicone e PVC, e os consumidores podem passar a usá-lo sem qualquer perda de amortecimento. Produtos concorrentes, em comparação, têm fator de perda de 21%.”

Alta estrutura de amortecimento

Todavia, aplicar uma solução viscoelástica livre de isocianato em um convés de aço exige o uso de argamassa, e Sikafloor® Marine VEM é a escolha ideal. Além das qualidades básicas dos produtos do pacote, é bombeável, muito flexível, difícil de rachar, e o reves-timento pode ter apenas 1 mmou 2 mm de espessura. Com o uso deSikafloor® Marine-18 ou 118 FC como camada de restrição, é possível obter um efeito de amortecimento estrutural altamente eficiente. “Essa é a primeira argamassa viscoelástica do mercado. O fim do uso de isocianato não trouxe perda alguma às suas propriedades de amortecimento”, observa Riis.

Seminários intensivos para especialistas de construção naval

Como parte do lançamento do pacote, a Sika ministrou diversos seminários paraespecialistas em construção naval, incluindodemonstrações e um passeio pelo laboratório de teste, pesquisa e desenvolvi-mento, em suas instalações no norte da Itália. Berndt Lönnberg, engenheiro de projetos da STX Finland Sound & Vibration, foi um dos presentes. Para ele, “é ótimo ver fornecedores levando a sério o desafio de desenvolver novos produtos em resposta a preocupações ambientais. Isso prova que a Sika ouve construtoras, subempreiteiras e o pessoal de instalação dos estaleiros, procurando facilitar o trabalho de todos. “As condições de instalação, no que diz respeito tanto ao ambiente quanto aos prazos; a flexibilidade na entrega; os testes executados, tudo reflete um grau de dedicação que outras empresas fariam bem em copiar. Também foi bom saber que esses produtos são monocomponentes e não têm ingredientes prejudiciais. Assim, em vez decompostos com dois ou três ingredientes que exigem transporte especial antes mesmo que possamos usá-los, temos a praticidade de um pacote de pó atóxico.”