A fé Bahá'í tem seguidores em mais de 100 mil localidades, em praticamente todos os países e territórios do mundo. Bahá'í é uma das religiões que cresce mais rápido no mundo, em porcentagem. Em 2002, a fé Bahá'í estava estabelecida em 247 países e territórios, representando mais de 2.100 grupos étnicos, raciais e tribais, suas escrituras foram traduzidas em mais de 800 idiomas e ela tem cerca de sete milhões de adeptos em todo o mundo.

 

Interação arquitectónica de contradições

A primeira Casa de Adoração (ou Templo) Bahá'í da América do Sul foi projetadapelo arquiteto Siamak Hariri. "O objetivo era alcançar a interação entre aparentes contradições: quietude e movimento, simplicidade e complexidade, intimidade e monumentalidade, solidez em um edifício capaz de se dissolver na luz", disse Hariri."O desafio arquitetônico foi projetar um templo irmão àquele existente na América do Norte e, ao mesmo tempo, permitir que ele encontrasse sua própria presença exclusiva ao sopé dos Andes."

 

Cinco anos de construção

Após cinco anos de construção, o Templo Bahá'í da América do Sul está tomando forma e sua abertura está programada para o fim de 2016. Localizada na cidade de Santiago, a nova Casa de Adoração pretende ser um lugar único na Américado Sul para pessoas que querem orar, meditar ou simplesmente admirar essa obra-prima arquitetônica.

 

30 metros de altura, nove portas, nove faces, 600 lugares

O edifício tem 30 metros de altura efica situado nas colinas em uma área de 83 hectares. A vista incrível da capital Santiago do Chile de forma alguma reduz sua imponência, como os milhares de potenciais visitantes descobrirão ao aproveitarem e conhecerem esse novomarco urbano. Nove portas, nove lados ou faces (o número nove simboliza um lugar aberto às pessoas, independentemente de raça, cultura ou religião), um domo central com capacidade para acomodar 600 pessoas e paisagismo superlativo estão entre as características mais atraentes do templo.

 

Um trabalho de alta complexidade

"A tecnologia foi crucial para tornar essa construção possível, e as soluções da Sika desempenharam um papel importante", diz Eduardo Rioseco, diretor da Casa de Adoração Bahá'í na América do Sul. "Este é um trabalho de alta complexidade, com inúmeros desafios. Um deles foi a fabricação do vidro fundido, que forma o revestimento externo do templo.O trabalho foi encomendado a um artesão canadense que, após dois anos de estudos e testes, conseguiu alcançar o resultado desejado. O artesão fez placas de vidro que precisavam ser cortadas e, no caso de peças curvas, o vidro tinhade ser modelado em um molde, o que acabou sendo outro grande desafio", disse Rioseco.

 

3.000 elementos únicos de aço

Embora as nove asas que formam o templo sejam idênticas, cada uma delas é formada por 3.000 elementos únicos de aço, mármore e vidro, o que tem implicações não só em termos de design e fabricação, mas também para a logísticade transporte para o Chile, organização do depósito no local e montagem final.

 

Fabricação em diferentes países

A coordenação da fabricação em diferentes países foi outro desafio interessante. O vidro foi fabricado no Canadá, o mármore foi comprado em Portugal, o aço foi feito na Turquia e toda a montagem foi concluída na Alemanha para sua posterior montagem no Chile.

 

Resistente à intempérie graças aos silicones estruturais

O incomum e espetacular conjunto de parede de cortina foi conseguido graças à tecnologia dos silicones estruturais da Sika e às suas linhas especializadas Sikasil SG e Sikasil WS, que oferecem elevada resistência estrutural e a intempéries. Sem dúvida, os principais desafios foram especificar um sistema com produtos adequados que fornecem fixação estrutural, além de verificar cuidadosamente o projeto de cada detalhe e cada asa da estrutura. Isso, por sua vez, exigiu tecnologia especial que garante a limpeza permanente da superfície unida, proteção antimanchas e resistência ao escoamento da chuva, tudo combinado para proporcionar um acabamento estético delicado, superior ao silicone convencional resistente ao intemperismo.

 

Leia mais sobre a Sika Chile