Em todo o mundo, as metas de energia renovável continuam a ser oprincipal meio pelo qual os governos expressam seu compromisso comas energias renováveis. No fim de 2015, 173 países tinham estabelecidometas de energia renovável a nível nacional ou estadual/provincial.Também foram adotadas metas em nível regional, que incorporamcompromissos conjuntos de vários países, de acordo com a REN21¹ emseu relatório de Status Global sobre energias renováveis de 2016.

 

Crescimento substancial das energias renováveis, lideradas pelo vento

O Dr. Fatih Birol, Diretor Executivo da Agência Internacional de Energia, destaca o aumento da importância da energia eólica: "Em 2015, o aumento da geração eólica foi equivalente a quase metade do crescimento da eletricidade mundial... pelo segundo ano consecutivo, as emissões globais de CO2 permaneceram estáveis apesar do crescimento da economia mundial. Isso se deveu à reestruturação industrial, à melhoria da eficiência energética e ao crescimento substancial das energias renováveis, lideradas pelo vento."²

 

História excepcional do desenvolvimento de energias renováveis desde 2005

O que está acontecendo ao redor do globo? A China ultrapassou a marca de 100.000 MW em 2014, acrescentando mais um capítulo à sua história já excepcional de desenvolvimento de energia renovável desde 2005. Este ano, ela fez história outra vez, reforçando sua posição no placar mundial. 2015 foi um ano forte para a Europa e a América do Norte, em que Alemanha e EUA lideraram em seus respectivos continentes. A Guatemala, a Jordânia e a Sérvia acrescentaram, cada uma, seus primeiros grandes parques eólicos comerciais e a África do Sul tornou-seo primeiro mercado africano a passar a marca de 1 GW.

 

Livre de emissões até 2050?

Estudos do Conselho Global de Energia Eólica (GWEC) identificaram três fatores principais³ do crescimento de médio prazo da energia eólica. O primeiro é o resultado positivo das negociações climáticas na COP 21 da UNFCCC, em dezembro, que foi uma surpresa agradavelmente inesperada. Os objetivos de longo prazo adotados pelos 186 países reunidos em Paris constituem um apelo efetivo por um setor energético 100% isento de emissões no máximo até 2050.

 

Os custos da energia eólica caíram

Em segundo lugar, é óbvio que os custos da energia eólica caíram drasticamente nos últimos anos, e estruturas de financiamento novas e complexas estão criando condições que tornarão as energias renováveis competitivas em um número crescente de mercados.

 

Natureza on-off do mercado dos EUA

Em terceiro lugar, temos de voltar nossa atenção para os Estados Unidos. Como pioneiro no setor global de energia eólica, com alguns dos melhores recursos eólicos do mundo, eles têm, já há algum tempo, preços muito mais baixos do que a maioria dos seus concorrentes da OCDE. No entanto, a dificuldade sempre foi a natureza inconstante do mercado dos EUA. O Congresso dos Estados Unidos aprovou uma lei para uma prorrogação de longo prazo e eliminação gradual do Crédito Fiscal à Produção (PTC) que tem sido o principal apoio da política federal para energia eólica nos EUA.

 

Até 2030, o vento poderia fornecer até 19% da eletricidade global, reduzindo 30 toneladas de CO2 por ano

Os estudos também mostram que, em certas condições, a geração eólica pode atingir 2.000 GW até 2030, fornecendo entre 17% e 19% da eletricidade global, criando mais de 2 milhões de novos empregos e reduzindo as emissões de CO2 em mais de 3 bilhões de toneladas por ano. Até 2050, a energia eólica poderia representar 25% a 30% da oferta global de eletricidade. Os países com a maior capacidade de produção de energia eólica são China, Estados Unidos, Índia, Alemanha, Espanha, Itália, Reino Unido e Brasil. Estamos muito entusiasmados com esse desenvolvimento. Mas o que exatamente está por trás de uma turbina eólica para geração de eletricidade?

 

O que exatamente está por trás de uma turbina eólica para geração de eletricidade?

As pás do rotor são um componente vital na turbina como um todo, e deve-se prestar atenção especial à sua fabricação em cada fase do projeto até a produção. Na construção de pás de duas peças, duas cascas de compósitos são fixadas juntas ao longo dos seus bordos de ataque e de fuga e na área em torno das almas de longarina. Visto que as pás estão expostas a todos os tipos de clima e a enormes esforços por décadas, os adesivos utilizados para fixá-las devem ser tão duráveis quanto elas. Foi demonstrado que o sistema reforçado é mais resistente ao início de danos do que o material padrão com números crescentes de ciclos. Por exemplo, após um milhão de ciclos em condições severas, o material adesivo padrão apresenta pelo menos duas vezes mais fissuras do que o sistema reforçado.

 

Em seguida, adesivo para colar alavancas de turbinas eólicas sujeitos a alto esforço

O Sikadur® WTG-1280 LD é um adesivo epóxi tixotrópico reforçado, de alta resistência e isento de solventes. É usado para fixar estruturalmente componentes sujeitos a alto esforço na montagem de pás de turbinas eólicas. O produto oferece longos períodos aberto em temperaturas elevadas, fácil bombeamento e aplicação e tempos rápidos de processamento. O Sikadur® WTG-1280 LD, portanto, possui propriedades de firmeza e resistência à fadiga de classe superior para maior durabilidade, garantindo longevidade e confiabilidade para as modernas turbinas eólicas de vários MW, até nas condições mais difíceis. Visto que o adesivo é sujeito à carga nesse tipo de construção, são necessárias propriedades de alta resistência mecânica e à fadiga. Portanto, hoje em dia são usados sistemas de adesivo epóxi reforçado. Entre 500 e 800 kg de adesivo são usados por pá.

A Sika o acompanha em todas as etapas do processo: fabricação de moldes e modelos, fabricação e montagem de cascas de pás, acabamento e reparo, bem como proteção de superfície e fixação de elementos internos e externos. A linha de adesivos padrão da Sika inclui produtos para fixação de sistemas de proteção contra raios, blocos de balanceamento, geradores de vórtices, winglets e muito mais.

 

Turbinas eólicas de alta altitude para 9.000 m acima do nível do mar

O que o futuro trará? Os cientistas estão em uma corrida para desenvolver turbinas eólicas de alta altitude, capazes de aproveitar ventos mais fortes e consistentes na atmosfera superior. Embora modelos diferentes estejam na fase de projeto ou de teste, há questões significativas de praticabilidade e, especialmente, de viabilidade associadas ao seu desenvolvimento. Embora a 9.000 m acima do nível do mar os ventos sejam até 20 vezes mais fortes, ainda há muito a fazer para usar o vento de forma eficiente em terra em todos os continentes.

 

¹ Rede de Política Energética Renovável para o século 21. A rede conta com 700 especialistas em energia renovável, acesso à energia e eficiência energética. Veja o relatório atual: http://www.ren21.net

 

² Relatório de 2015 do Conselho Global, p. 6; http://www.climateactionprogramme.org/images/uploads/documents/GWEC-Global-Wind-2015-Report_April-2016_22_04.pdf

 

³ Previsão de Mercado para 2016-2010, do Conselho Global de Energia Eólica (GWEC) 2016 http://www.gwec.net/global-figures/market-forecast-2012-2016/

 

Sika Soluções