No coração da Europa há uma região que abrange quatro países. É um ótimo lugar para uma temporada agradável e para descobrir como três culturas diferentes – latina, germânica e eslávica – se encontraram, interagiram por séculos e deram origem a uma herança multicultural única. O aeroporto de Trieste, no norte da Itália, é o portal de entrada ideal para quem quer chegar lá.

A reestilização completa da região deve ser considerado um assunto urgente

A renovação do terminal do aeroporto deTrieste foi essencial para elevar o nível dos serviços para passageiros e de logística aeroportuária e também para atender ao anseio por um design mais moderno e funcional. Antonio Marano, presidente da empresa de gerenciamento Aeroporto Friuli Venezia GiuliaS.p.A., nos contou que o aeroporto de Trieste foi criado com fins militares e só passou a ter uso civil nos anos 1960. “Como grande parte da infraestrutura pública italiana, seu nível de obsolescência era significativo. Por isso, em parceria com a Região de Friul-Veneza Júlia, consideramos urgente sua completa reestilização”,disse.

Arquitetura em plano aberto, cores suaves, piso de resina e muita luz natural

A área de embarque foi redesenhada e se tornou mais acolhedora e espaçosa, com planos abertos, cores suaves, piso em resina e muitaluz natural, além de assentos ergonomicamente projetados para que os passageiros possam relaxar e aguardar seus voos confortavelmente. Os 5.500 m² reformados incluem quatro filas para verificação de segurança, três elevadores, cinco portões ao nível do solo e, para voos que utilizam pontes de embarque, quatro portões no primeiro andar.

O primeiro passo do plano de renascimento econômico para a facilidade de aeroporto

O plano de revitalização econômica do aeroporto abrange também a conexão com um novo polo intermodal a ser inaugurado ainda em 2018, de acordo com o projeto desenvolvido pelo escritório de planejamento da Societàdi Gestione Aeroporto de Friuli Venezia Giulia S.p.A. Conforme relatado à Comissão Europeia, o projeto inclui uma passarela de pedestres que se estende ao longo de uma linha reta e atravessa a rodovia estadual, ligando o aeroporto a uma nova estação ferroviária, um terminal de ônibus para 16 linhas e um estacionamento com 1.500 vagas de estacionamento – 500 delas em uma estrutura com múltiplos andares – interligadas por esteiras rolantese corredores internos . Esse polo facilitará conexões entre diferentes meios de transporte (ônibus, carro e trem) e permitirá que o sistema de transporte público e o serviço de mobilidade de passageiros em Friul-Veneza Júlia sejam melhorados.

Servindo mobilidade local

A obra tem em vista as metas estabelecidas no Livro Branco sobre a política europeia de transportes. Adotado em 2001, ele incentiva a utilização de modais ecologicamente amigáveis como alternativa ao transporte rodoviário. Do ponto de vista estratégico, o polo deverá se tornar um centro regional de intermodalidade, trazendo benefícios para Friul-Veneza Júlia e seu sistema econômico e social. Espera-se que seus efeitos positivos aumentem a eficiência do sistema de transporte regional e, especialmente,o número de passageiros do aeroporto.

Pavimentos resinosos contínuos para proporcionar um estilo superior e baixas emissões de COV durante a instalação

O aeroporto de Trieste precisava passarpor uma profunda reestilização e por algumas obras de renovação. O primeiro emais urgente pedido do cliente foi a substituição da maior parte do piso antigo, em azulejos desgastados, por um pisoem resina e sem emendas. A meta era um piso superior em estilo, moderno, fácil de limpar (devido à ausênciade emendas), resistente  mecanicamente, elástico e com baixas emissões de compostos orgânicos voláteis (COVs) durante a instalação. Inicialmente, o cliente cogitou o revestimento dos azulejos existentes com tinta epóxi, mas o resultado não atenderia às características desejadas porque não seria elástico e teria apenas resistência limitada a arranhões e riscos. Foram necessários também outros trabalhos de manutenção, como o reforço estrutural de pilares de concreto armado, das vigas e de todas as juntas.

Autonivelante e fácil de aplicar, é perfeito para cobrir grandes superfícies num curto espaço de tempo

Uma vez que o volume anual de tráfego é de quase 700.000 pessoas (2.500 pessoaspor dia), a Sika propôs o sistema Sika ComfortFloor® PS-23, composto por resinas de poliuretano coloridas e elásticas. Antes da instalação do piso em resina,o revestimento antigo de azulejos teve que ser removido. Com uma máquina de jateamento à granalha, todo o resíduo adesivo do substrato foi eliminado. Depois que todo o pó foi descartado,o piso recebeu a argamassa de nivelamentoe ligante epóxi Sikafloor®-156. Sobre a base endurecida, foi aplicada a resina bicomponente de poliuretano Sikafloor®-330. Uma vez que esse produto é autonivelante e fácil de aplicar, é perfeito para cobrir rapidamente grandes superfícies.

Apesar das obras, o aeroporto pôde continuar sua atividade normal

No dia seguinte, o pavimento recebeu uma camada protetora de acabamento com resina mate de poliuretano colorida e à base de água. Graças à baixa emissãode COVs de todos os produtos mencionados acima, o aeroporto foi capaz de continua rsua atividade normal sem ter que fechar ou desviar passageiros para outros portões. O sistema epóxi Sikafloor Multidur® ES-14 foi escolhido para as instalações sanitárias porque essas áreas são mais suscetíveis a ataques químicos. Os azulejos antigos foram removidos e, com uma máquina de jateamento à granalha,os resíduos de adesivo foram totalmente eliminados. Em seguida, a resinaepóxi bicomponente Sikafloor®-264 fo iaplicada. O mesmo ciclo utilizado para o pavimento foi repetido nas paredes das instalações sanitárias, mas, durante afase de mistura de cada produto, o espessante Sika® Stelmittel T foi adicionado para evitar que os materiais gotejassem.

Não deixe de checar o piso quando você vier ao aeroporto de Trieste. Depois, aproveite as diversas belezas naturais a apenas 150 km de distância – os Alpes, com suas montanhas e lagos; colinas cobertas de vinhas; e a costa com suas lagoas, extensas praias de areia e belíssimas falésias. Graças à baixa emissão de COVs dos produtos escolhidos, o aeroporto pôde continuar sua atividade normal, sem ter que fechar seus portões.

 

Mais sobre o projeto do aeroporto da Sika Itália